30 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
13/05/24 às 16h38 - Atualizado em 13/05/24 às 16h38

QualificaDF Móvel promove cursos pela primeira vez no Itapoã

COMPARTILHAR

Aulas tiveram início nesta quinta-feira (2) com 250 pessoas inscritas para cinco cursos nesta etapa do programa

O Itapoã recebe pela primeira vez o QualificaDF Móvel, programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet) que leva cursos de qualificação profissional e social para as comunidades. As aulas começaram nesta quinta-feira (2). O objetivo é preparar os participantes para ingressarem no mercado e incentivá-los a aprender novas habilidades. Ao todo, 250 candidatos se inscreveram nesta etapa.

Maxley Santana da Costa tem 25 anos e mora em Santa Maria. Ele fez o curso de maquiagem profissional no final do ano passado e, com o certificado em mãos, tornou-se instrutor do QualificaDF Móvel.

e hoje é maravilhoso poder fazer parte desse programa e ensinar outros alunos”, conta Maxley, que completa dizendo ter sido “muito bem-acolhido” por todos desde o primeiro dia de aula.

Cada unidade do QualificaDF Móvel oferece cinco cursos por vez, que são definidos pela administração regional em conjunto com a população. No Itapoã, os escolhidos são os de operador de micro, designer de sobrancelha, maquiagem profissional, auxiliar administrativo e atendente de farmácia. No total, 7.728 pessoas já foram certificadas em todo o Distrito Federal.

Carlos Henrique Tavares Lima, 16 , mora no Itapoã e cursa o 2º ano do ensino médio. Ele conta que foi estimulado por seu pai a fazer o curso de auxiliar administrativo. “Estou terminando o ensino médio e quero me qualificar para buscar um emprego e poder ajudar meu pai com as despesas”, relata.

Maioria de mulheres

São 80 horas/aula que duram um mês e são ministradas nos turnos matutino ou vespertino. As mulheres representam a maioria das participantes, somando 75% do total dos alunos e alunas. Muitas têm histórico de violência doméstica e depressão.

“Muitas pessoas relatam que estavam sem esperança e que tiveram a vida transformada após a qualificação”, conta a coordenadora técnica do QualificaDF Móvel, Ana Carolina Santana.

Como muitas participantes são mães, as crianças são bem-vindas às aulas. “Filho não é impedimento para fazer a qualificação. As crianças podem vir, pois sabemos que muitas não têm com quem deixar os filhos”, completa a pedagoga do programa, Pâmela Jardim.

Patricia Pereira Santana, 40, começou o curso de atendente de farmácia. Ela acredita que, com o certificado em mãos, ficará muito mais fácil conseguir uma recolocação no mercado de trabalho.

“Depois do curso, posso trabalhar até mais perto de casa, em uma das farmácias que têm lá perto”, planeja. Mãe de um garoto de 11 anos, ela aproveita o horário em que ele está na escola para participar do curso.

Novas vagas

O próximo ciclo do programa terá início em junho. Os cursos serão oferecidos em Água Quente, Riacho Fundo II, Núcleo Bandeirante, P Sul e Pôr do Sol. As inscrições podem ser feitas por meio do link que ficará aberto no site da Sedet entre os dias 10 e 22 deste mês.

 

Mapa do site Dúvidas frequentes