17 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
17/03/15 às 13h28 - Atualizado em 21/11/18 às 14h03

Caesb está entre dez empresas que melhor atendem ao consumidor

COMPARTILHAR

Companhia resolveu 73% das demandas encaminhadas pelo Procon-DF em 2014

Isaac Marra, da Agência Brasília

16 de março de 2015 – 19:28

Foto: Toninho Tavares/Agência BrasíliaCaesb está entre dez empresas que melhor atendem ao consumidor

 

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) é uma das dez empresas que mais resolveram reclamações de consumidores no ano passado: 73% das 15 queixas prestadas contra ela. O índice posicionou-a em nono lugar no Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2014. O documento foi divulgado nesta segunda-feira (16), pelo Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF), em entrevista coletiva na sede da autarquia. Dos 5.090 atendimentos prestados pelo Procon, 42% — 2.138 casos — foram resolvidos, enquanto 58% — 2.952 ocorrências — não tiveram solução.

As demandas encaminhadas pelo Procon-DF à Caesb são atendidas pela ouvidoria da empresa. “Nossa atuação visa à melhoria contínua de nossos processos e à elevação da satisfação dos clientes por meio da resolução rápida e eficiente das reclamações. Buscamos prestar o máximo de esclarecimentos no menor tempo possível”, ressalta o ouvidor-adjunto da companhia, Eduardo Romualdo Soares.

“O Procon sempre busca uma boa relação do consumidor com o fornecedor, sem a intenção de ser punitivo”, destaca o diretor-geral do Procon-DF, Paulo Márcio Sampaio. Segundo ele, o instituto quer ser reconhecido como órgão de defesa do consumidor que age de forma proativa, orientando clientes e empresas sobre direitos e obrigações.

Primeira colocada no quesito de maior índice de resolução de problemas, a Groupon Serviços Digitais resolveu 92% das 24 demandas encaminhadas pelo Procon-DF. Nessa mesma lista, estão duas operadoras de telefonia celular, uma seguradora, uma faculdade, duas fabricantes de eletroeletrônicos, uma financeira e uma loja virtual.

O documento também traz os dez fornecedores que menos resolveram questões apresentadas pelo Procon-DF. Em primeiro lugar, aparece a construtora Borges Landeiro. A incorporadora entregou fora do prazo um empreendimento com 42 habitações, em Ceilândia, e recebeu multa de R$ 1,3 milhão emitida pelo órgão de defesa do consumidor. Duas lojas de comércio eletrônico, três administradoras de planos de saúde, duas construtoras, uma loja de departamentos e uma rede revendedora de materiais e equipamentos esportivos também integram a lista.

Maior quantidade de reclamações – O cadastro divulgado nesta segunda-feira inclui as 15 empresas com maior número de reclamações. Esse ranking é liderado pelo Banco do Brasil, que recebeu 158 queixas, a maioria por descumprir o prazo de espera para atendimento em filas nas agências bancárias — 30 minutos em dias de pagamento e 20 minutos nos demais. Cinco operadoras de telefonia móvel e fixa, duas redes revendedoras de eletrodomésticos e um banco completam a lista.

A divulgação e a publicação anual das reclamações fundamentadas (aquelas consideradas procedentes após análise jurídica) obedecem a uma determinação expressa no artigo 44 do Código de Defesa do Consumidor. O cadastro reúne as reclamações atendidas pelos Procons do País em 2014 e revela os principais problemas enfrentados pelos consumidores. A publicação será inserida no Cadastro Nacional de Reclamações Fundamentadas, a ser divulgado pela Secretaria Nacional do Consumidor, ainda sem data definida.

Acesse a íntegra do Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2014.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros